No episódio de hoje do Bluesoft Podcast, André Faria fala sobre modelo de negócios disruptivos.
Tecnologia disruptiva ou inovação disruptiva é um termo que descreve a inovação tecnológica, produto ou serviço que utiliza uma estratégia disruptiva, em vez ou re­vo­lu­cio­ná­ria, para derrubar uma tecnologia existente dominante no mercado.
As tec­no­lo­gias evo­lu­cio­ná­rias provocam me­lho­rias in­cre­men­tais nos produtos/serviços; as re­vo­lu­cio­ná­rias provocam grandes alterações; e as tec­no­lo­gias disruptivas des­troem o que existe, atendendo às mesmas exi­gên­cias dos clien­tes com diferenças bastante significativas, utilizando algo completamente diferente e novo.
Durante a palestra André fala sobre a evolução da tecnologia e como algumas empresas aproveitaram esse desenvolvimento para criar novos modelos de negócios.
Entre as empresas citadas estão Dropbox, Spotify, Uber, Airbnb, Netflix etc.
Assine o Bluesoft Podcast no iTunes, e assine o Canal do Labs no Youtube.
Este Podcast é um oferecimento do Acelerato – Help Desk e controle de chamados ágil.
Acompanhe abaixo o vídeo ou audio deste podcast:


Gostou?
Tem alguma dúvida, sugestão ou critica? Por favor deixe seu comentário no campo abaixo ou pelo e-mail podcast@bluesoft.com.br
Muito obrigado e até a próxima!

Autor

Wilson Souza é Gerente de Marketing da Bluesoft. Formado e pós Graduado pela Instituição Mackenzie, possui também MBA pela FGV. Wilson tem mais de 10 anos de experiência na área de Relacionamento e Marketing, atuando em diversas áreas e segmentos do mercado.

1 Comentário

  1. Milton J. Neto Resposta

    muito bom, acho que esse lado de negocios disruptivos e as novas startups estão seguindo bastante a ideologia de comercio compartilhado. A ideia de que o servidor explorar o cliente está sendo cada vez mais deixada de lado para tomar o lado de que ajudar o cliente com eficiência e entendendo suas verdadeiras necessidades são o grande futuro.
    E claro o cliente cada vez mais percebe como é bom ser servido com excelência e com preços justos.
    Os monopólios que se cuidem!
    rsrs!
    Abraço!

Deixe aqui o seu comentário