Certificação OCJP – Parte 1

Prezados,

É com imenso prazer que dou início a esta série de tutoriais sobre a certificação OCJP (Oracle Certified Java Programmer). Meu nome é Jorge Acetozi, sou Desenvolvedor na Bluesoft, e como todos nesta empresa, me sinto especial em compartilhar conhecimento convosco e os agradeço pela oportunidade de fazê-lo. Ficarei feliz em receber perguntas não somente sobre a certificação mas sobre tudo que envolva Desenvolvimento de Software e sua carreira profissional. Sinta-se à vontade para me contactar e eu certamente o responderei. Você encontrará as diferentes formas de entrar em contato comigo no final deste post.

Antes de iniciarmos com assuntos técnicos, gostaria de fazer uma série de observações importantes. É preciso que você descubra se está preparado para encarar este desafio de modo a tirar o máximo de proveito possível.

Muitas pessoas me perguntam se vale realmente a pena ser certificado, visto que isto não necessariamente prova que o profissional é de fato qualificado. Aí vão algumas considerações pessoais sobre a questão, as quais me antecipo e lhes peço que comentem nesta página para que possamos trocar experiências:

A certificação OCJP realmente não garante que o profissional seja qualificado e adequado para uma determinada vaga de emprego como desenvolvedor de software, até porque para isto o profissional precisará de muitos conhecimentos além dos que a certificação cobre. A única garantia que o empregador terá é de que o profissional certificado possui uma boa noção sobre a linguagem de programação Java, os fundamentos da JVM e os conceitos de Orientação a Objetos – o que já é bastante coisa, visto que mesmo profissionais com vários anos de experiência muitas vezes não dominam isto.

Outro fato é que muitas consultorias preferem os profissionais certificados pois podem vender o valor/hora mais caro para seus clientes. A consequência imediata disto para o profissional certificado é que suas chances de conseguir um emprego aumentam consideravelmente, além da possibilidade de exigir um valor/hora maior do que o de um profissional não certificado.

Já o empregador continuará com o desafio de descobrir se o candidato certificado possui o perfil para uma vaga que ele deseja preencher. Isto inclui aspectos comportamentais, como paixão pela profissão, capacidade de se expressar e trabalhar em equipe, comprometimento, etc, e também aspectos técnicos, como conhecimentos de frameworks, outras linguagens de programação, padrões de projeto, metodologias de desenvolvimento, ferramentas e outros.

As questões principais que você como programador deve ter em mente ao iniciar seus estudos para a certificação OCJP são:

  1. Nada na vida vale a pena se você não fizer com amor e por amor, e isto não é somente sobre seus estudos da certificação OCJP
  2. Você deve ser capaz de entender a diferença entre os objetivos e as consequências de obter a certificação e ter o cuidado necessário para não se confundir. Veja:

Objetivo: se tornar uma pessoa com mais conhecimento, que conhecerá profundamente a sua ferramenta diária de trabalho e que será capaz de resolver problemas mais complexos com mais segurança. Além disso, será capaz de compreender melhor os frameworks que utilizará posteriormente, porque terá uma base de conhecimento mais forte. Isto trará maior satisfação pessoal e profissional, permitindo que você cresça e assuma posições de maior responsabilidade dentro da sua empresa.

(Possíveis) Consequências profissionais: aumento imediato do leque de vagas que você será capaz de concorrer, obtenção de um cargo que exija mais conhecimento e com isto provavelmente ter maior remuneração.

Se você ainda não está preparado para compreender a diferença entre os objetivos e as consequências citadas acima ou se você acha que eu inverti a ordem – no lugar das consequências escrevi os objetivos e no lugar dos objetivos escrevi as consequências – então você ainda não está preparado para iniciar seus estudos. Apesar disto, ainda assim se o fizer poderá alcançar a pontuação mínima e obter certificação, mas terá perdido uma das coisas que realmente importa na vida e que certamente nos faz pessoas melhores e mais felizes: a oportunidade de verdadeiramente obter conhecimento pelos motivos certos.

Você está preparado para começar? Eu ficarei realmente feliz se você respondeu que sim! Mas antes disso, preciso que você esqueça os livros por um momento e entenda algumas coisas muito importantes: precisamos de um plano, uma estratégia para você alcançar o seu objetivo de passar na certificação OCJP. Precisamos conseguir enxergar o caminho com clareza, sentir que é possível encaixá-lo na sua rotina sem comprometer a sua qualidade de vida e extrair o máximo das suas sessões de estudo. Elas devem ser produtivas e prazeirosas, e no próximo tutorial lhes mostrarei como conseguir isto. Só então estaremos prontos para atacar os livros.

É importante que você saiba que mesmo um programador com mais de 10 anos de experiência profissional provavelmente não passaria na certificação OCJP se a fizesse sem ter estudado anteriormente. Isto não é demérito nenhum ou mesmo vergonha. É preciso compreender que a certificação não passa de uma prova, e toda prova obedece um formato. Para passar na prova, você precisa primeiro aprender sobre o formato. Da mesma forma, mesmo um nativo no idioma Inglês pode não passar na prova de proficiência de Cambridge. Isto não significa que ele não seja fluente, mas somente que ele não se adaptou ao formato da prova – o que é um erro comum e que iremos trabalhar para que não aconteça com você.

O objetivo deste primeiro tutorial é de lhe questionar se você já possui maturidade suficiente para não confundir os objetivos com as consequências de obter a certificação OCJP.

E aí, está pronto para encarar o desafio?

Contato:

Related Articles:

—————————————-­—————————————-­—-

Este Post é um oferecimento de Acelerato – Gestão de Projetos ágeis e Help Desk

Não perca tempo, acesse acelerato.com, cadastre-se gratuitamente e descubra como podemos ajudá-lo.

Post Footer automatically generated by Add Post Footer Plugin for wordpress.

6 Comments

  • Parabéns Jorge pelo Artigo. Ficou muito bom

    Reply
  • andrefaria Post author on

    Bacana Jorge, Parabéns pelo Artigo!

    A certificação, sem dúvida, é uma excelente ferramenta para o aprendizado.

    Infelizmente, muitos se colocam como melhores que os outros apenas por serem certificados, é que aí que vem a necessidade de uma maturidade maior para entender o que é um certificação e como utilizá-la como ferramenta de aprendizado.

    Grato.

    Reply
    • Concordo com o seu ponto de vista! Por isso acredito que só vale a pena tirar uma certificação quando a pessoa realmente entender o significado real disso.
      Obrigado, André!

      Reply
  • Parabéns pelo post Jorge!

    Reply
  • Parabéns pelo artigo Jorge.

    Tirar certificação é recomendável e ajuda a entender de forma completa a linguagem, mas sem dúvida é um meio para o aprendizado e não um fim em si mesmo.

    Abcs

    Reply
  • Ficou bem legal o post, parabéns! Concordo 100% com o autor. Ficarei no aguardo de novos posts 🙂

    Reply

Leave a comment