• Home  /
  • Papo Reto   /
  • Boas praticas de Testes | Ismael Soares | Papo Reto

Boas praticas de Testes | Ismael Soares | Papo Reto

Neste Papo Reto, Ismael Soares fala sobre Boas praticas de Testes, bad smells e alguns macetes.

Testes formais podem e devem ser definidos em todas as etapas do desenvolvimento de um software. Mesmo no caso de não poderem ser automatizados, defini-los precisamente permite identificar desde cedo problemas mais sérios com os requisitos ou a modelagem de uma aplicação.

Podemos dizer que, quando faltam informações para a definição formal de um teste em termos de entradas exatas e de resultados esperados, isso significa que os requisitos ainda não foram suficientemente entendidos e documentados.

A melhor característica para testes limpos é a legibilidade. Se você pode ler e entender um caso de teste, você sabe como o código funciona, como as regras de negócios são aplicadas e consegue achar o que está quebrado.

Durante sua apresentacão, Ismael fala sobre diversos exemplos e formas de como corrigir o modelo apresentado.

Lembre-se, o seu código está sempre te dando feedbacks, cabe a você ouví-los, interpretá-los, e utilizá-los para melhorar cada vez mais o seu desdenvolvimento.

Confira a apresentação.

Slides:

Links Citados:
* http://pt.slideshare.net/rkmael/boas-praticas-de-testes-bad-smell-e-outros-macetes
* https://info.thoughtworks.com/praticas-e-tendencias-em-teste-ebook.html
* http://martinfowler.com/articles/nonDeterminism.html
* http://rkmael.com/2014/11/17/comparando-dubles-testes/

Related Articles:

—————————————-­—————————————-­—-

Este Post é um oferecimento de Acelerato – Gestão de Projetos ágeis e Help Desk

Não perca tempo, acesse acelerato.com, cadastre-se gratuitamente e descubra como podemos ajudá-lo.

Post Footer automatically generated by Add Post Footer Plugin for wordpress.

Leave a comment